terça-feira, 13 de julho de 2010

O meu beijoqueiro

Ontem estava deitada, já naquela fase do dorme-não-dorme e senti alguém a trepar a minha cama (senti o tilintar da chucha) e de repente, um beijo molhado na minha boca seguido de uma boa gargalhada. Eu até me assustei com o beijo mas depois fiquei toda derretida, como é natural. Tem tanto de brutinho como de doce este meu filho. É claro que depois não queria sair da minha cama. Como o pai ainda não tinha chegado a casa, achou que podia assumir o outro lado da cama (passado um bocado acabou por voltar para a cama dele).
Mais tarde, por volta da uma, diz o pai que estava a vir da cozinha e quando passou pelo sofá da sala teve a sensação de ver lá o Henrique deitado. Quando olhou melhor era mesmo ele, deitado no sofá a dormir. O pai levou-o para a cama e ele nem acordou. Devia ter picos a cama dele esta noite, coitadinho.

2 comentários:

Marlene e Simão disse...

O meu também anda muito beijoqueiro!
Foi para a sala sem te acordar! :)
Beijinhos docinhos.

Sara disse...

Que querido e sabe tão bem. A minha é igual tanto nos enche de beijos como de bofetadas, lolollol