sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Coisas minhas

Fico bastante triste quando percebo que este blog que pretendia aproximar-nos das pessoas mais próximas mas que estão fisicamente afastadas, gerou na realidade um maior afastamento. É triste perceber que as pessoas vão sabendo da nossa vida através do que aqui escrevo e deixam de ligar a perguntar como estamos, se precisamos de alguma coisa. Enfim, não vou prolongar este desabafo nem quero que ninguém se sinta ofendido com o que escrevo. Mas a verdade é que as visitas virtuais não me ajudam a sentir menos sozinha principalmente quando tenho semanas cansativas como esta, com noites mal dormidas, vividas parcialmente a sós. Sobretudo nestas alturas faz falta outro tipo de "acompanhamento". Se calhar o blog não foi assim tão boa ideia.

11 comentários:

Maria disse...

Então amiga o que se passa?! :(

Já senti isso....mudei de endereço de blog e para algumas pessoas o "problema" continuou com a execepção importante de ao menos não saberem da nossa vida!

Melhores dias virão!

Bjs

Maria José disse...

amiga então o que se passa?
Adoro o teu bloh
bjokas

Silvia disse...

compreendo o q dizes, mas foi graças a este blog q vos conheci...e gosto mt de vcs

Sara disse...

Foi boa ideia sim, porque dessa forma podémos conhecer-vos.
Beijinhos

pedradababy disse...

Paula!!!!! Não penses isso por favor. Há relações que são o que são e não é assim por causa dos blogues. Também não ías querer ninguém a ligar para ti porque pensou: "bem, deixa-me lá ligar para aquela gaija para saber como estão porque se não parece mal". Assim sabem à medida deles e quando tÊm vontade e não o fazem por obrigação nem te obrigam a sorrisos amarelos. Olha eu nunca tenho tempo para ligar À minha irmã ou ir visita-la (porque tenho uma vida sem horários e complicada) mas sei sempre dela pelo blogue e, quando está muito tempo sem postar vou logo ao msn perguntar porque nbão actualiza. Não o faço por mal, mas adoro lÊr a vida dela hahahahahaha
e pensa bem, se não tivesses feito o blogue, nós não te iriamos conhecer e não iriamos poder acompanhar toda a história do Henrique que tanto adoramos.
Que grande confusão que escrevi para aqui mas, o objectivo era mesmo animar-te. Vá força, tudo passa!
Beijinhos muitoooooooooo grandes

ME disse...

Acho que o teu blog é uma optima ideia, nós ca em casa ficamos a conhecer um menino lindo com exactamente a mesma idade da nossa Menina. Ficamos muito felizes em conhecer vos (embora virtualmente), o Henrique é um lindão cheio de sorte de ter uma mãma toda babda como tu.

Beijinhos grandes cá da casa

Jo disse...

Acho que tens razão. No outro dia dei por mim a comentar com o João (quando cá veio em trabalho) que ia sabendo de vocês pelo blog – comentei-lhe até um passeio domingueiro qualquer. Mas de certa forma não pude deixar de perceber que havia uma espécie de desfasamento entre a proximidade que eu sentia e a distância com que ele me ouvia. Porque eu sou a "leitora" passiva que gosta de você e por isso quer acreditar nesta realidade virtual. Mas de facto ela não substitui a proximidade, antes afasta.
Tenho achado tão difícil manter contacto quando a circunstancial proximidade física e quotidiana deixa de existir... E por isso, apesar de porventura ser fabricado, mantenho artificialmente estes laços virtuais. Mas uma amizade definha se não for cuidada, certamente não cresce, mesmo quando reconhecemos tanto de nós na outra pessoa. Por isso acho que tens razão que estes mundos paralelos de certa forma vão-nos tornando mais preguiçosos e artificialmente ligados. (e sei bem que estarias a referir-te de outras tuas amizades e familiaridades bem mais “próximas” historicamente!)
Dito isto, acho no entanto que este teu blog abre um canal para receber tanta energia positiva de quem vos passa a conhecer (como se vê pelos comentários que deixaram) e para complementar as faltas de jeito de cada um para o “contacto” que não posso deixar de o continuar a achar positivo.
E como um canal também de activismo e chamada à acção, quem sabe se quem enfiou a carapuça com este teu post deixe de uma vez o seu preguiçoso teclado e em vez de deixar um comentário, ligue! ;-)

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá querida Paula, então, não estejas assim...o teu blog é fantástico, sou tua amiga virtual e para qualquer coisa que necessites, estarei aqui...aliás, até vivemos na mesma cidade. Aproveito então para te perguntar se gostarias de vir ao encontro de mamãs?Dá uma espreitadela ao texto de 05/02, que publiquei no meu blog...aguardo o teu feedback!Se preferires, deixo-te o meu email sophia_sousa@yahoo.com
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

mamã ET disse...

Oh, sei que não costumo comentar muito, mas acompanho o teu blog e adoro...

Muita força e jokitas

Sara disse...

Olá Paula! Como é que vocês estão... n tens aparecido... bjocas.

Mónica disse...

O blog não foi má ideia. O problema, e eu sinto o mesmo muitas vezes, é que as pessoas não se lembram que gostamos de ter algum feedback e nem se lembram de deixar um comentário estúpido ou atlvez uma anedota que não signifique nada.
Esse é o principal problema, o comodismo de ver e não comentar.
Um beijo muito grande prima
FORÇA...